18 de março de 2008

Drácula, O Príncipe das Trevas

O melhor ainda estava por vir, quando em 1958 a Hammer resolveu dar novo fôlego à obra de Bram Stoker com O Vampiro da Noite (Horror of Dracula). Passada quase uma década, Terence Fisher estava muito mais à vontade para comandar Christopher Lee como o temível conde. Como resultado não menos que o melhor filme do estúdio inglês com o personagem, mais sombrio e literalmente sanguinolento. Mesmo com personagens diferentes (no nome) é mais fiel em sua essência ao romance gótico que o anterior. Van Helsing, por exemplo, tornou-se um frei desvairado que enche a cara de vinho e esquenta a bunda na primeira lareira que vê pela frente! Dessa forma, a sutil auto-paródia ganha contornos macabros como a recatada personagem de Barbara Shelley que se tornará uma vampira do gênero rameira dos infernos. Ajudou a atriz a se tornar uma das principais scream girls, sendo a “vítima” na cerimônia inquisitória mostrada no filme. Com pernas e braços agarrados por monges, trajando uma camisola esvoaçante, tentará resistir até levar uma bela e fatal estaca no peito! Mais clássico impossível! Drácula, o rei da festa, envolve informações contraditórias a respeito da produção. Christopher Lee conta (inclusive no documentário As Várias Faces de Cristopher Lee) que se recusou a falar qualquer frase porque achou ridículo seu tom apocalíptico. O roteirista Jimmy Sangster jura de pés juntos que nunca houve no roteiro uma linha se quer de texto para ele!

Drácula, O Príncipe das Trevas – Dracula Prince of Darkness

- Inglaterra 1966 De Terence Fisher Com Christopher Lee, Barbara Shelley, Andrew Keir, Francis Matthews, Suzan Farmer, Charles 'Bud' Tingwell, Thorley Walters, Walter Brown 90’ Horror


DVD - Prefira esta edição da Works DVD a uma lançada recentemente sem nenhum extra! Mesmo que os presentes aqui não tenham legendas, a raridade merece estar na sua coleção. Em um chique menu animado há o trailer original e várias imagens de bastidores feitas com uma câmera caseira Super 8, inclusive com a seqüência final nas geleiras. Elas estão comentadas por Barbara Shelley, Christopher Lee e Suzan Farmer num encontro de 1997.

Cotação:

3 comentários:

  1. Por favor, uma informação, os comentários são legendados?

    ResponderExcluir
  2. O sangue é vida!! - Marcio Osbourne/Joinville - SC

    ResponderExcluir