29 de novembro de 2007

Os Olhos de Laura Mars

Batata! O que é extremamente moderno hoje será extremamente cafona amanhã! Aqui todos os cuidados foram tomados para estar no último grito 70’s, até por causa da profissão da protagonista, uma excêntrica fotógrafa de moda. Quase 20 anos depois, da trilha sonora à interpretação over de Faye Dunaway, a retratista em questão, tornou-se muito engraçado no sentido kitsch da palavra. Apreciar ambiente tão démodé, só pra usar uma palavrinha fora de moda, é só mais um elemento bônus neste curioso filme. Misterioso serial killer dá cabo a várias pessoas do círculo social da Laura Mars. Estranhamente, a fotógrafa que gosta de abusar de temas violentos em seu trabalho, tem visões dos crimes e só descobrirá a identidade do autor nos últimos minutos da película, quando sua vida também estará em perigo. Roteiro repleto de metáforas assinado por John Carpenters com incrível reviravolta final, tão bem engendrada que nós também só descobrimos a autoria da barbárie junto á personagem de Dunaway. Tente depois não ficar cantarolando a música tema, Prisioner, um hit de Barbra Streisand. Ugh!

Os Olhos de Laura Mars – Eyes of Laura Mars
- EUA 1978 De Irvin Kersher Com Faye Dunaway, Tommy Lee Jones, Brad Dourif, Raul Julia 103’ Suspense


DVD - Lançado pela Columbia há algum tempo, mais de 8 anos, o que justifica certo arcaísmo digital. Nem o menu principal está traduzido. A total falta de legendas se estende aos extras: faixa de áudio com os comentários do diretor, slide show com narração do produtor do disco, galeria de talentos, making off da época e dois trailers de outros filmes.

Cotação:

4 comentários:

  1. Este filme é muito bom, um dos melhores
    suspenses a que já assisti...

    ResponderExcluir
  2. Anônimo, com certeza. Já estou até com vontade de assistir de novo!

    ResponderExcluir