8 de fevereiro de 2011

Bonnie e Clyde – Uma Rajada de Balas

Adaptação mais famosa da história real de Bonnie e Clyde, o jovem casalzinho que horrorizou os EUA numa onda de crimes na década de 30. A paixão da América por criminosos é antiga, vide a lenda Billy The Kid e outros caras maus do velho oeste.

Essa dupla aí teve o diferencial da maciça exploração de seus feitos pela mídia. E eles adoravam, se sentiam estrelas de Hollywood, toda hora com fotos publicadas nos jornais, muitas delas facilmente encontradas hoje na web.

Ela (Faye Dunaway )uma garçonete entediada, ele (Warren Beatty , também produtor) um ex detento que escapou da prisão ao decepar de propósito dois dedos do pé. Entraram para a história como um casal apaixonadíssimo, unido até no crime, embora Clyde fosse impotente.

O filme narrava suas desventuras em ritmo de comédia maluca 30’s, muito leve, com vários momentos cômicos, embora tenha bastante violência. É considerado o primeiro a mostrar os estragos de uma bala na pele humana.

Para que se torça por eles (mesmo com o final conhecido por todos), justificam os atos deles. Tornam-se quase Robin Woods da época da lei seca ao se depararem com um fazendeiro cheio de filhos que perdeu a casa para os banqueiros.

Os jornalistas, embora não apareçam nunca, são tão cúmplices dos atos quanto a dupla e seu bando. Publicavam tudo o que eles queriam, até poesias juvenis da Bonnie, que eram consumidas por ávidos leitores em busca de sangue em seus matutinos.

Chega-se a um ponto que eles parecem estar agindo apenas para que haja o que ser noticiado. E melhor, não fazem questão nenhuma de se esconder, tanto que um dos membros reclama que o nome dele nunca é citado nas matérias.

No final, parece que qualquer ligação com os personagens reais não se justifica. É muito mais sobre pessoas que vão ao encontro do destino que querem, não o que a vida lhes reservou, do que sobre a trajetória de dois marginais que se amavam.

Bonnie e Clyde - Uma Rajada de Balas - Bonnie and Clyde

- EUA 1967 De Arthur Penn Com Warren Beatty, Faye Dunaway, Gene Hackman, Michael J. Pollard, Estelle Parsons 112’ Ação/Romance


DVD- Deve haver outra edição, dona Warner. Pelo amor de Deus!
Menu estático, com botões gigantes horríveis é o de menos perto da tela cheia e áudio em apenas 1 canal. UM!


Cotação:

Um comentário: