20 de julho de 2008

Xanadu

A bomba máxima 80’s! Muitas vezes no meio de tanta bobagem cor de rosa é difícil conter o riso. As músicas não têm lógica narrativa alguma, o conflito só surge no final, coisa que se resolve em duas ceninhas, mas irresistível! A trama, se é que isso pode ser considerado uma trama, gira em torno de algumas musas inspiradoras que tomam vida. Nenhuma tem função alguma na história, exceto uma, Kira (Olivia NewtonJohn, lógico!), que se envolverá afetivamente com pintor de cartazes frustrado com sua profissão. Desculpa deslavada pra tocar umas três músicas melosas. Terrível a justificativa pra elas ter saído do olimpo com seus patins e polainas: ”Veio para ajudar na criação da boate Xanadu!”. Gene Kelly (o velho milionário bonzinho que distribui dinheiro!!!) tenta dar algum requinte aquilo tudo mas é soterrado em tanta cafonice. Precisa falar que vai dar com os burros n’água quem esperar de Xanadu um filme de verdade, com historinha coisa e tal, mas vai se divertir pra chuchu quem esperar uma sucessão de clips horrorosos, com cenários e figurinos idem? Este parece ser o motivo plausível para tamanho fracasso ter gerado uma trilha sonora de enorme sucesso, até os dias de hoje, a ponto de originar recente (e bem sucedida) versão da Broadway. Mesmo fraquinho, prende atenção o final apoteótico com NewtonJohn cantando a música principal de escova em dia nos cabelos. Uma graça! Tão contagiante e saudosista que nos faz cantá-la ao longo de dias.

Xanadu – Xanadu

- EUA 1980 De Robert Greenwald Com Olivia NewtonJohn, Gene Kelly, Michael Beck, James Sloyan 93’ Musical


DVD - A arte da capa não parece ter sido feita por um grande estúdio como a Universal. Mal feita e de impressão lembrando Xerox colorido. Também não traz extras. Uma coisa curiosa é o DVD teve que ser trocado duas vezes, um dos poucos a vir com defeito na minha vida. Na segunda troca fiquei imaginando um inusitado recall, e que tipo de gente estaria numa fila gigantesca pra trocar Xanadu...

Cotação:

4 comentários:

  1. Xanadu é tão ruim que chega a ser bom. O filme é uma daquelas porcarias dos anos 80, constrangedoras como Grease 2.
    Bonitinho só ver Gene Kelly dançando e patinando com muito mais graça que a linda Olívia.

    ResponderExcluir
  2. Bem, nada é como Grease 2! Hahahaha
    Mas é verdade, é bonitinho vê-los dançar. Ele está bem animado...

    ResponderExcluir
  3. Xanadu é realmente um filme fraquinho, não tem lógica alguma, o espetáculo fica somente nas enxurradas de musicais e videoclipes. Apesar de fraco o filme me fez lembrar com muitas saudades dos anos 80.

    ResponderExcluir
  4. Ricardo, vale pelo saudosismo mesmo.

    ResponderExcluir